A Origem da Igreja Adventista do Sétimo Dia no mundo

Um pouco de Nossa história

Nosso Nome...

    Existem duas crenças importantes associadas ao nome Adventista do Sétimo Dia. Nós somos pessoas que acreditam na proximidade da Segunda vinda de Jesus Cristo - por isso somos Adventistas. A Segunda parte do nosso nome - sétimo Dia - se refere ao dia Bíblico de adoração, o sétimo dia da semana, o Sábado.

Nossa Origem...

    Em apenas um século e meio a Igreja Adventista do Sétimo Dia tem crescido de um punhado de pessoas, que diligentemente estudaram a Bíblia em procura da verdade, para uma comunidade mundial de mais de oito milhões de membros e, outros milhões, que consideram a igreja Adventista seu lar espiritual. Doutrinariamente, os Adventistas do Sétimo Dia são herdeiros do supradenominacional movimento Milleriano da década de 1840. Embora o nome "Adventista do Sétimo Dia" tenha sido escolhido em 1860, a denominação não foi oficialmente organizada até 21 de maio de 1863, quando o movimento incluia cerca de 125 igrejas e 3.500 membros.
Entre 1831 e 1844, William Miller - um pregador Batista e ex-capitão de exército da guerra de 1812 - lançou o "grande despertar do segundo advento" o qual eventualmente se espalhou através da maioria do mundo cristão. Baseado em seu estudo da profecia de Daniel 8:14, Miller calculou que Jesus poderia retornar a terra em 22 de outubro de 1844. Quando Jesus não apareceu os seguidores de Miller experimentaram o que veio a se chamar "O grande Desapontamento."
A maioria dos milhares que haviam se juntado ao movimento, saiu em profunda desilusão. Uns poucos no entanto, voltaram para suas Bíblias para descobrirem porque eles tinham sido desapontados. Logo eles concluíram que a data de 22 de outubro tinha na verdade estado correta, mas que Miller tinha predito o evento errado para aquele dia. Eles se convenceram que a profecia bíblica previa não o retorno de Jesus à Terra em 1844, mas que Ele começaria naquela data um ministério especial no céu para Seus seguidores. Assim, eles continuaram a esperar pelo breve retorno de Jesus, como fazem os Adventistas do Sétimo Dia ainda hoje.
    Deste pequeno grupo que se recusou a desistir depois do "grande desapontamento" surgiram vários líderes que construíram a base do que viria a ser a igreja Adventista do Sétimo Dia. Destacam-se dentre estes líderes um jovem casal - Tiago e Ellen White - e um capitão de navio aposentado, José Bates.
    Este pequeno núcleo de "adventistas" começou a crescer - principalmente nos estados da Nova Inglaterra na América do Norte, aonde o movimento de Miller havia começado. Ellen White, apenas uma adolescente na época do "grande desapontamento", desenvolveu-se em uma dotada escritora, oradora e administradora, se tornando, e permanecendo, a conselheira espiritual de confiança da família Adventista por mais de 70 anos até sua morte em 1915. Os primeiros Adventistas vieram a acreditar - como têm os Adventistas desde então - que ela desfrutou da direção especial de Deus enquanto ela escrevia seus conselhos para o crescente grupo de crentes.
Em 1860, em Battle Creek, Michigan, EUA, um punhado de congregações de Adventistas escolheram o nome Adventista do Sétimo Dia e em 1863 organizaram formalmente o corpo da igreja com um número de 3.500 membros. No princípio, a atuação foi em grande parte limitada a América do Norte, até 1874 quando o primeiro missionário da igreja, J.N. Andrews, foi enviado para Suíça. A obra na África foi iniciada timidamente em 1879 quando Dr. H.P. Ribton, um recente converso na Itália, se mudou para o Egito e abriu uma escola, mas o projeto terminou quando tumultos começaram a surgir nas vizinhanças. O primeiro país cristão não-protestante a receber a Igreja foi a Rússia, aonde um ministro Adventista foi enviado em 1886. Em 20 de outubro de 1890, a escuna Pitcairn foi lançada em São Francisco e logo designada para levar missionários para as ilhas do Pacífico. Missionários Adventistas do Sétimo Dia entraram pela primeira vez em países não-cristãos em 1894 - Costa Dourada (Gana), oeste da África, e Matalbeleland, África do Sul. No mesmo ano missionários vieram a América do Sul, e em 1896 havia representantes no Japão. A Igreja hoje tem atuação estabelecida em 209 países.
    A publicação e distribuição de literaturas foram os principais fatores no crescimento do movimento do Advento. A Advent Review e o Sabbath Herald (hoje Adventist Review), órgão geral de comunicação da igreja, foram lançados em Paris, Maine, em 1850; o Youth's Instructor em Rochester, Nova Iorque, em 1852; e o Signs of the Times em Oakland, Califórnia, em 1874. A primeira casa publicadora denominacional em Battle Creek, Michigan, começou a operar em 1855 e foi devidamente incorporada em 1861 com o nome de Associação de Publicação Adventista do Sétimo Dia.
    O Instituto de Reforma da Saúde, conhecido mais tarde como Sanatório Battle Creek, abriu suas portas em 1866, e a obra da sociedade missionária foi estabelecida a nível estadual em 1872, e 1877 viu a formação das Associações das Escolas Sabatinas em todo o estado. Em 1903, a sede da denominação se mudou de Battle Creek, Michigan, para Washington, D.C., e em 1989 para Silver Spring, Maryland, aonde ela continua a formar o nervo central do trabalho sempre em expansão.

Um pouco mais sobre a Igreja Adventista

    A Igreja Adventista do Sétimo Dia é uma das igrejas cristãs que mais crescem no mundo hoje, acrescentando diariamente um novo membro pelo batismo a cada 50 segundos e organizando cinco novas congregações a cada dia.

    Os Adventistas baseiam sua fé em Jesus, o Filho de Deus, irmão de todos, Salvador do mundo, e em Sua palavra, a Bíblia.

A Bíblia

    Embora tenha sido escrita por autores humanos guiados por Deus, os fundamentos de fé e verdades essenciais têm sido preservados em Sua palavra. A Bíblia revela o caráter de Deus e Sua vontade para o comportamento dos homens e mulheres de hoje, e em toda história do mundo.

Criação

    Embora Ele seja o criador do universo, Cristo criou este planeta em sete dias, incluindo o primeiro homem e mulher, o meio-ambiente, e um dia da semana para a celebração e adoração a Deus. Esta história é contada cronologicamente no começo da Bíblia, mas referências de apoio por toda Bíblia proporcionam harmonia em toda Palavra de Deus.

O Sábado

    A celebração no sétimo dia foi criada por Jesus para honrar o término de seu trabalho e trazer alegria para os humanos. Jesus continuou a adorar e celebrar o sétimo dia Sábado durante Sua vida na Terra, observando assim o quarto dos dez mandamentos, o qual começa, "Lembra-te." Os adventistas focalizam suas atividades sabáticas no companheirismo, na comunhão e na adoração a Deus.

Batismo

    Aqueles que escolhem dedicar suas vidas a Deus e aceitam o Seu poder perdoador seguem o exemplo de Jesus que foi submergido na água como uma expressão pública de fé na supremacia de Deus sobre suas vidas.

O Evangelho

    Deus o Pai enviou Seu Filho, Jesus, que nasceu de uma virgem, cresceu até a maturidade ensinando e curando Seu próximo, sofreu e deu a vida numa cruz, foi sepultado e ressuscitou da morte ao chamado de Seu Pai. Ele voltou ao céu, aonde Ele prepara um lar para aqueles que aceitam Sua generosa dádiva. Por causa de Sua vida sem pecado, morte pelos pecados humanos, e Sua incrível ressurreição, Jesus abriu um caminho para homens e mulheres viverem com Ele eternamente.

O Segundo Advento

    O cumprimento das profecias e sinais registrados nas Escrituras indicam que Jesus breve cumprirá Sua promessa de retornar para aqueles que O têm aceitado como Salvador e Senhor de suas vidas.

Vida após a Morte

    A sepultura é um lugar de inconsciência, descrito na Bíblia como se as pessoas estivessem dormindo. Quando Jesus voltar, haverá uma grande ressurreição daqueles que morreram desde o começo da humanidade. Exatamente como Ele soprou vida para dentro do primeiro homem e mulher, Ele irá acordar as pessoas que dormem com nova vida.

Profecia

    As profecias Bíblicas revelam o plano de Deus para o futuro, fornecem significado para hoje e esperança para as pessoas que têm escolhido servir a Deus. O futuro é sempre brilhante para os que esperam a segunda vinda de Jesus.

Compromissos

    Todos os relacionamentos são importantes - com Deus, no casamento, na família, em toda a comunidade, ao redor do mundo e com o meio ambiente.

Saúde

    Porque a Bíblia descreve pessoas como sendo "o templo de Deus", os Adventistas praticam um estilo de vida temperante e saudável. Eles ensinam que não devemos abusar do corpo ou participar de qualquer coisa prejudicial a saúde física, mental ou emocional. Eles se abstêm do álcool, tabaco e outras drogas prejudiciais. Muitos Adventistas do Sétimo Dia são vegetarianos, acreditando que carnes e mariscos devam ser omitidos da dieta ideal.

Missão

    A missão da Igreja Adventista do Sétimo dia é proclamar para todas as pessoas o evangelho eterno dentro do contexto das três menssagens angélicas de Apocalipse 14:6-12, levando-as a aceitar Jesus como Salvador pessoal e unir-se à Sua igreja, e alimentando-as no preparo para Seu próximo retorno. Isto é realizado através da pregação, ensino e ministério de cura. A Igreja está alcançando a população da Terra ainda não atingida através de um programa mundial de Missão Global.

Comunidade Global

    Voluntários ajudam pessoas em sua vizinhança e em comunidades pelo mundo através de centros comunitários, auxílio em áreas de catástrofes, e em projetos humanitários e educacionais de curto prazo por todo o globo. Os membros da igreja mantêm organizações como ADRA (Adventist Development and Relief Agency International), a qual fornece necessidades básicas como água, alimento, vestuário, e cuidados médicos para as pessoas e comunidades do mundo em necessidade. A Igreja tem uma variedade de programas para ajudar pessoas de qualquer crença que têm o desejo de superar distúrbios alimentares, cigarro, alcolismo, e dependência de narcóticos. Ela fornece vida familiar, cursos de serviços sociais e acampamentos para jovens.

Educação

    Dentro do vasto sistema de educação da igreja, escolas como a Universidade de Loma Linda de Medicina, um hospital-escola em Loma Linda, California, continua sendo o primeiro em transplantes de coração em crianças. Em 1990, Loma Linda inaugurou a primeira aplicação médica do acelerador de prótons para focalizar um raio de radiação em tumores malígnos sem perigo de prejudicar os tecidos saudáveis.

Comunicação

    Os Adventistas do Sétimo Dia comunicam esperança focalizando na qualidade de vida que é completa em Cristo. A comunicação apoia os objetivos de missão global da Igreja, e a família mundial de crentes se comunica através de uma variedade de métodos de mídia e impressão. A Igreja facilita a comunicação on-line através do SDA’s On-line forum no Serviço de Informação CompuServe, o qual oferece um rico banco de dados para usuários de computador e prepara programações e informações para rádio, televisão e transmissões via satélite.

Herança

    O nome Adventista do Sétimo Dia realça duas das características distintas da denominação. Desde que o mundo começou, homens e mulheres têm observado o sétimo dia Sábado, e defensores da segunda vinda de Jesus são também bem conhecidos na história. Os Adventistas do Sétimo Dia traçam sua origem a um reavivamento espiritual na metade do século 19 baseado em um estudo renovado das profecias Bíblicas entre diversos grupos cristãos. A Igreja Adventista do Sétimo Dia foi oficialmente organizada em 1863 em Battle Creek, Michigan, EUA.